Um surto de covid-19 numa escola secundária em Évora obrigou a isolar sete turmas e a manter 900 alunos e 72 professores em casa com aulas à distância.

O surto atinge apenas três alunos, mas de turmas diferentes. Há ainda quatro turmas identificadas com elementos que tiveram contacto com os infetados e, portanto, com potencial risco. 

O diretor da Escola Secundária Gabriel Pereira adiantou à TVI que o surto terá começado no exterior, numa festa particular "onde estiveram muitos alunos do 12º ano e logo dois ou três dias depois começaram-se a sentir efeitos".

É lamentável. Mais uma vez apelamos à consciência cívica não só dos alunos, mas também dos encarregados de educação. O prejuízo é tremendo, estão 900 alunos em casa", contou.

Após contactar as autoridades de Saúde, a direção da escola optou por encerrar o estabelecimento até serem conhecidos os resultados dos testes de despiste.

Esperemos, numa perspetiva otimista, voltar no início da próxima semana", adiantou o diretor.