As autoridades de saúde da Alemanha declararam, nesta sexta-feira, Portugal como "zona de variantes do vírus", condição que vai afetar as viagens entre os dois países.

Portugal junta-se, assim, ao Reino Unido, e também à Rússia, entre os países com restrições nas viagens, sujeitas ao cumprimento de uma quarentena de duas semanas.

A medida foi anunciada pelo Instituto Robert Koch (RKI), a autoridade de saúde da Alemanha, entra em vigor na terça-feira, 29 de junho, às 00:00, e é válida "durante duas semanas", sendo "possível" a extensão da sua duração.

Portugal é, agora, considerado uma zona de variantes do vírus", escreve o RKI no seu site.

Isto significa que Portugal se trata de uma zona "com um risco particularmente alto de infeção devido à ocorrência generalizada de certas variantes do vírus SARS-CoV-2".

Na terça-feira, a chanceler alemã, Angela Merkel, criticou a falta de regras comuns na União Europeia relativamente às viagens e utilizou como exemplo o aumento de infeções em Portugal, uma situação que “podia ter sido evitada”.

 

Catarina Machado