Outro alegado membro do gangue que assaltou e agrediu idosos na região do Porto. A TVI sabe que o suspeito, de 31 anos, reside em Rio Tinto, no concelho de Gondomar.

O detido vai ser ouvido no Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto, a partir das 14:00.

O homem será o sexto elemento do grupo a que pertencem os três detidos (dois irmãos gémeos, de 35 anos, mais um cúmplice, de 25) que há uma semana conseguiram fugir daquele tribunal depois de lhes ter sido decretada prisão preventiva. Outros dois elementos foram postos em liberdade.

São-lhes imputados assaltos violentos, que terão rendido meio milhão de euros em dinheiro e bens, em residências de idosos na zona mais oriental do Porto e em concelhos periféricos, como Gondomar, Valongo ou Maia.

Os alvos do grupo eram pessoas com idades entre os 65 e os 95 anos.

Um dos irmãos foi condenado há uma década a nove anos de prisão por roubos agravados, que não chegou a cumprir, pelo que tinha pendente um mandado de detenção europeu, que acabou “por ser cumprido nesta operação”.

O outro irmão foi condenado recentemente a cinco anos de prisão, pena suspensa, por roubos agravados.

Fora de flagrante delito, foram ainda detidos na semana passada um homem de 64 anos (que receberia o ouro e prata roubados e que derretia estes metais nobres no forno apreendido pela polícia) e uma mulher de 22 anos, que prestaria algum tipo de apoio aos operacionais, nomeadamente no fornecimento de ferramentas.