O tribunal de Penafiel reatou o funcionamento normal às 11:45 na sequência de uma ameaça de bomba que levou à evacuação do edifício e equipas especializadas da GNR a vistoriarem as instalações, disse à Lusa uma fonte policial.

O tribunal-sede da comarca de Porto-Este foi evacuado devido a uma ameaça de bomba, concretizada cerca das 10:00 através de uma chamada telefónica anónima.

Nada foi detetado e o tribunal reatou o normal funcionamento”, disse fonte do Comando da GNR do Porto.

Para o local foram enviadas equipas de inativação de engenhos explosivos e de cães-polícias.

A fonte previu que a vistoria possa estar completa antes das 12:00.

Para esta manhã estavam agendados para o Tribunal de Penafiel, sede da comarca de Porto-Este, nove julgamentos, dois deles da área criminal.

Um incidente similar ocorreu no mesmo tribunal há cerca de ano, em 14 de março de 2018, quando uma chamada anónima indicando a alegada existência de uma bomba obrigou à retirada de todo o pessoal das instalações.

A GNR ativou a sua brigada de inativação de explosivos para avaliar a situação no local e, tal como agora, veio a verificar-se que era falso alarme.