Catorze pessoas estão em quarentena, 11 das quais no Porto Santo, depois de terem contactado com uma visitante que esteve na ilha e acusou positivo após o regresso ao continente, disse fonte da autoridade de saúde da Madeira.

“Não existe qualquer caso positivo no Porto Santo”, declarou na terça-feira a mesma fonte do Instituto da Administração de Saúde da Madeira (IASAÚDE).

A mesma fonte adiantou que a autoridade regional de saúde da Madeira teve conhecimento da existência de “uma pessoa que esteve nas últimas semanas de férias no Porto Santo e apresentou hoje um resultado positivo ao teste no continente”.

“Catorze pessoas que são próximas a este caso positivo estão em isolamento e aguardam o resultado do teste”, indicou.

Quanto ao caso positivo, a mesma fonte referiu tratar-se de “uma mulher do continente português” que “chegou com resultado negativo ao Porto Santo” e esteve “num alojamento privado” durante a permanência na ilha.

Estão “identificadas 11 pessoas no Porto Santo que tiveram proximidade ao caso positivo, que estão em quarentena, a maioria é do continente e também estava de férias no Porto Santo”, acrescentou.

A fonte do IASAÚDE assegurou que “todas as pessoas que tiveram contacto fizeram já os testes” e os “resultados deverão ser conhecidos na quarta-feira de manhã”.

O boletim epidemiológico divulgado na terça-feira por este instituto referia que a Madeira não registou casos de covid-19 nas últimas 24 horas, e assinalou 11 recuperados, reduzindo o número de infeções ativas para 24 e destacando que três doentes tiveram alta hospitalar.

A região contabilizava na terça-feira um total de 118 casos recuperados de covid-19, mantendo-se o total cumulativo de 142 casos positivos, dos quais 24 estão ativos, dos quais 23 são casos importados identificados no contexto das atividades de vigilância implementadas no Aeroporto da Madeira e apenas um de transmissão local.

"Relativamente ao isolamento dos casos positivos, 18 pessoas cumprem isolamento numa unidade hoteleira dedicada e seis em alojamento próprio", esclareceu o IASAÚDE no comunicado.

O comunicado acrescentou que os três doentes que se encontravam hospitalizados (na Unidade de Internamento Polivalente dedicada à covid-19 e na Unidade de Cuidados Intensivos) encontram-se recuperados e tiveram alta para o domicílio.

Na terça-feira, foram ainda identificadas duas situações de viajantes que se encontram em estudo pelas autoridades de saúde, sustentava o boletim epidemiológico da região.

No contexto da operação de rastreio de viajantes nos portos e aeroportos da Madeira e do Porto Santo, em vigor desde 01 de julho, há a reportar um total cumulativo de 38.075 colheitas para teste ao novo coronavírus realizadas até às 17:00 de terça-feira.

"À data, 18.002 pessoas estão a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde dos vários concelhos da região, com recurso à aplicação ‘MadeiraSafeToDiscover’, 7.506 destas pessoas estão em vigilância ativa", assinalou o IASAÚDE.

Em Portugal, morreram 1.805 pessoas das 55.912 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

/ AM