A associação IRA - Intervenção e Resgate Animal - foi chamada esta quinta-feira a intervir numa casa em Loures, onde 10 cães foram abandonados.

Na sua página de Facebook, a brigada explica que nove dos animais foram encontrados mortos e um conseguiu sobreviver na "Casa dos Horrores".

Os animais foram deixados sem água nem comida, avança a associação.

Cães mortos dentro de arcas congeladoras na garagem, dentro dos armários dos quartos, dentro de canis no quintal. Cães que foram morrendo lentamente. Dia após dia, à fome e à sede", diz a associação.

Os cadáveres dentro das arcas congeladoras aparentavam uma boa condição corporal, pelo que serão submetidos a eventual autópsia para se determinar a causa da morte.

O proprietário do espaço já foi identificado pelas autoridades, diz o IRA, mas não é claro o seu paradeiro. De acordo com a denúncia, o suspeito "residia em Bucelas onde fazia criação de raças (Bull Terriers, Bulldogs franceses, Pastores Belgas e outras raças da moda). Abandonou a sua residência e deixou os animais à sua (nenhuma) sorte".

Revelando com choque as imagens que capturou no espaço, a brigada define esta intervenção como, "provavelmente, a maior tragédia com cães" a que terá assistido desde que foi fundada.