O Estado paga 2,6 milhões de euros anualmente à Altice Portugal pelas comunicações do SIRESP, avançou hoje no parlamento o grupo de trabalho criado pelo Governo sobre o futuro da rede de emergência nacional.

A pedido do PCP, o grupo de trabalho criado pelo Governo para apresentar as soluções tecnológicas para as comunicações de emergência em Portugal a partir de 1 de julho de 2021, quando termina o atual contrato do SIRESP, está a ser ouvido na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

Respondendo a uma questão colocada pela deputada do PSD Emília Cerqueira sobre os custos das comunicações, Francisco Gomes, um dos elementos do grupo de trabalho, afirmou que anualmente é pago pelas transmissão à Altice Portugal 2,6 milhões de euros, sendo este valor revisto e “não é sempre o mesmo”.

Francisco Gomes adiantou que este valor foi renegociado em 2015, quando foi assinado o atual contrato.

O valor anual de 2,6 milhões está relacionado com o fornecimento da rede de transmissão deste sistema.

/ JFP