A praia de São Martinho do Porto, no concelho de Alcobaça, está interditada a banhos por tempo indeterminado devido à presença de caravelas-portuguesas que já causaram queimadoras num banhista, divulgou hoje a Capitania do Porto da Nazaré.

“Hoje registaram-se vários avistamentos de caravelas-portuguesas que levaram a que fosse hasteada a bandeira vermelha e interditados os banhos na praia de S. Martinho e na praia de Salir do Porto”, disse à agência Lusa Paulo Jorge Agostinho, comandante da Capitania do Porto da Nazaré.

De acordo com Paulo Jorge Agostinho, até ao final do dia de hoje foi “registado um caso de queimaduras” resultantes dos contactos com caravelas-portuguesas.

A vítima, “um senhor que se encontrava a banhos”, foi transportado para o Hospital das Caldas da Rainha “com queimaduras com alguma dimensão”, acrescentou.

A Capitania do Porto da Nazaré acrescentou que a interdição dos banhos irá manter-se por tempo indeterminado, até deixarem de ser avistadas caravelas-portuguesas naquela praia.

O responsável pela capitania assegurou ainda que “a praia está a ser monitorizada por nadadores-salvadores que estão a prestar esclarecimentos aos veraneantes a e aconselhar” o seu não manuseamento.

O aparecimento da espécie caravela-portuguesa tem-se registado em várias praias da área da Capitania do Porto da Nazaré, nomeadamente nas praias de São Pedro de Moel (concelho da Marinha Grande) e Paredes da Vitória (Alcobaça).