Uma oficial de justiça foi esta terça-feira agredida no Tribunal de Matosinhos, no distrito do Porto, tendo o agressor ficado detido, indicou à Lusa fonte do Sindicato Funcionários Judiciais.

A fonte indicou que a oficial de justiça foi agredida na face.

Contactada a PSP do Porto, fonte do Comando Metropolitano indicou que esta força policial está a “investigar” uma “situação ocorrida no Tribunal de Matosinhos” onde, “depois de uma audiência ter sido adiada, os intervenientes no caso se envolveram”.

Depois de ter sido presente a um juiz, o homem foi libertado com Termo de Identidade e Residência e obrigado a apresentações periódicas.

Este caso acontece cerca de duas semanas depois de uma juíza e de uma procuradora do Ministério Público terem sido agredidas no Tribunal de Família e Menores de Matosinhos.

No dia 15 de janeiro, no âmbito de uma audiência de regulação do poder parental e, na sequência de uma agressão, uma mulher com cerca de 30 anos foi detida e conduzida às celas do tribunal de Matosinhos.

/ HCL - atualizada a 29/01 às 14:20