Uma professora da Escola Básica da Torrinha, no Porto, foi agredida "a soco e pontapé" à porta daquele estabelecimento de ensino, por uma encarregada de educação, revelou esta quinta-feira à Lusa fonte da PSP.

De acordo com a mesma fonte, o incidente ocorreu quarta-feira e a PSP foi chamada ao local cerca das 10:50, tendo a vítima apresentado queixa junto daquela força policial.

A professora, de 45 anos, também se dirigiu ao hospital de Santo António, no Porto, para receber assistência médica.

As causas que poderão ter motivado esta agressão ainda não são conhecidas, mas fonte da PSP explicou à Lusa que a vítima "não é professora" do educando da alegada agressora.

A adjunta da diretora do agrupamento de escolas Rodrigues de Freitas, Carla Lopes, do qual a Escola da Torrinha faz parte, disse à Lusa que a direção tomou "conhecimento da situação", tendo ouvido a vítima. E explicou que apenas tem "poder sobre alunos e não sobre adultos que atuam na via pública".

Questionada pela Lusa, Carla Lopes disse que "foi a primeira vez" que este tipo de situação ocorreu e explicou que "o caso está entregue à polícia", uma vez que ocorreu à porta da escola.

O caso foi entregue à PSP que se encontra em investigações.