Portugal contabiliza, nesta sexta-feira, mais 149 mortos e 2.854 novos casos de covid-19, ultrapassando a barreira das 15.000 mortes, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nas últimas 24 horas há mais 10 doentes internados nos cuidados intensivos (846), mas menos 340 em enfermarias (5.230), a maior descida desde o início da pandemia.

Há, neste momento, 113.450 casos ativos no país, menos 4.912 que no dia anterior. É o número mais baixo desde 12 de janeiro, precisamente há um mês.

O número de doentes recuperados subiu para 652.739, com mais 7.617 pessoas a recuperarem da doença.

Há 12 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções. 

Relativamente a quinta-feira, há menos 5.647 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde, para um total de 149.651. Este indicador tem também registado uma descida consistente desde o dia 30 de janeiro.

Desde o início da pandemia já morreram 15.034 doentes dos 781.223 infetados.

Boletim da DGS - 12 de feve... by TVI24

 

Maior número de óbitos na região de Lisboa

A região de Lisboa com 293.283 casos desde o início da pandemia é a que tem o maior número de mortes a nível nacional, contabilizando 6.132 mortos, o que representa 40,7% do total.

Nas últimas 24 horas foram reportadas 64 mortes em Lisboa e Vale do Tejo.

A região Norte, com 320.556 casos desde março, e mais 35 óbitos, é a segunda com mais mortes (4.991, representando 33,1%.

Relativamente ao Centro, os dados indicam que esta região já registou 111.561 casos e 2.678 mortes, 32 das quais nas últimas horas, representando 17,8% do total de mortes no país.

No Alentejo, com um total de 27.546 casos e 862 mortes desde março, o que equivale a 5,7% do total, morreram mais 10 doentes.

O Algarve tem contabilizados 19.249 casos desde março e 284 mortes (1,8%) e registou mais sete óbitos.

A Região Autónoma da Madeira, que hoje registou uma morte, tem um total acumulado de 59 mortos, enquanto nos Açores foram contabilizados 28 óbitos desde março.

A pandemia de covid-19 já causou, pelo menos, 2.368.493 mortos no mundo, resultantes de mais de 107,7 milhões de casos de infeção, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Redação / CM/AG