Uma explosão causada por uma fuga de uma botija de gás fez três feridos graves e cinco desalojados em Carenque, na Amadora, confirmou fonte do INEM à TVI. O incidente ocorreu no primeiro andar de um prédio de cinco pisos na Estrada Águas Livres.

A fonte do INEM disse ainda que o alerta da explosão foi dado às 16:31, e que foi accionado um helicóptero do INEM, duas viaturas médicas de emergência e reanimação dos hospitais Santa Maria e Beatriz Ângelo. No local, estava ainda uma ambulância do INEM da Amadora, os Bombeiros Voluntários e a PSP.

Foi ainda confirmado à TVI que duas das vítimas são do sexo masculino, uma com 40 e outra com 71 anos, e ainda uma do sexo feminino com 70 anos. 

As vítimas, que ficaram gravemente queimadas, foram assistidas no local e mais tarde encaminhadas para os três hospitais indicados: Santa Maria e São Francisco Xavier em Lisboa. E a terceira vítima foi transportada no helicóptero do INEM até ao Hospital de Coimbra.

De acordo com o comandante dos Bombeiros Voluntários da Amadora, o apartamento onde se deu o incidente ficou parcialmente destruído, não tendo condições de habitabilidade. Quanto às restantes habitações, os bombeiros validaram o estado em que estas se encontravam e autorizaram que fossem ocupadas pelos respetivos moradores.