As obras de reabilitação do átrio norte da estação de metro do Areeiro, na linha verde, vão ser retomadas na segunda-feira, informou hoje o Metropolitano de Lisboa.

A obra, prevista no Plano de Desenvolvimento da Rede do Metro, está orçamentada em 2,8 milhões de euros e com conclusão prevista para o segundo trimestre de 2020, inclui a instalação de três novos elevadores que, depois de concluída a obra, vão assegurar o acesso a pessoas com mobilidade reduzida, algo que não acontece atualmente.

Durante a obra, o Metropolitano assegura "acessibilidade plena" às áreas públicas da estação e aos serviços que dispõe.

Estas obras preveem, ainda, a modernização de equipamentos, sistemas e instalações, adequando-os aos padrões de mobilidade atuais, bem como a beneficiação dos painéis de azulejo de Maria Keil e a continuidade da intervenção artística de Júlia Ventura e a realização de outras intervenções estéticas e decorativas que contribuirão para o embelezamento da estação", acrescenta.

A última obra naquela estação tinha sido em 2013, tendo reaberto ao público com um átrio sul renovado e um cais de embarque alargado à oferta de composições de seis carruagens.

"Com a conclusão desta empreitada serão, também, reabertos ao público os acessos norte, via Av. Padre Manuel da Nóbrega, que se encontram encerrados há anos", acrescenta o Metropolitano de Lisboa.

A empresa adianta que vai comunicar "permanentemente" a evolução destas obras em painéis nos tapumes, sítio na Internet e Facebook, além de folhetos para distribuição local.

A estação de metro do Areeiro existe há 45 anos.