A ministra da Saúde fez esta terça-feira um balanço dos primeiros três dias da vacinação contra a covid-19 em Portugal. Segundo Marta Temido, até às 18:00 foram vacinadas 16.701 pessoas, todas elas profissionais de saúde. A governante frisou que este é um número superior às 9.750 doses de vacina que estavam previstas para serem administradas no ano de 2020.

Para isto foi importante a chegada de mais de 70 mil novas doses da vacina da Pfizer, que começaram a ser administradas esta terça-feira.

Na próxima segunda-feira, dia 4 de janeiro, inicia-se a vacinação em estruturas residenciais para pessoas idosas e similares. Neste ponto, o Governo espera uma entrega de novas doses da vacina, alargando o plano para os idosos.

O critério de início de vacinação que vamos utilizar está relacionado com os concelhos onde há maior incidência de covid-19", explicou a ministra.

É o caso de 25 concelhos, que estão em risco extremo de transmissão por covid-19, e que têm cerca de 150 estruturas residenciais para idosos. Será nessas autarquias que vão ser administradas as primeiras doses de vacinas em idosos.

Refira-se que, segundo o boletim divulgado pela Direção-Geral da Saúde, existem 26 concelhos em risco extremamente elevado, mais um em relação ao número referido pela ministra.

Veja aqui a lista dos concelhos com risco extremamente elevado de transmissão (mais de 960 casos por 100 mil habitantes).

Relativamente aos efeitos secundários das vacinas até agora administradas, a ministra da Saúde garante que não foram registadas consequências graves.

António Guimarães