Os 17 portugueses retidos na cidade chinesa de Wuhan, onde teve origem um novo coronavírus que matou já 171 pessoas e que foi colocada sob quarentena de facto, vão ser retirados na sexta-feira, disse um deles à Lusa.

O avião, que vai fazer o repatriamento dos cidadãos portugueses e outros europeus desde aquela cidade, situada no centro da China, saiu esta manhã do aeroporto de Beja em direção a uma das pistas da base aérea n.° 11, de onde descolou às 10:06.

O número de pessoas que morreram devido ao novo coronavírus, detetado na cidade de Wuhan, na província de Hubei, aumentou esta quinta-feira para 170, anunciaram as autoridades de Pequim.

De acordo com as autoridades chinesas, todas as vítimas mortais registadas nas últimas 24 horas ocorreram na província de Hubei. O número de pessoas infetadas em território chinês ultrapassa já os 7.700.

/ CE