Um homem de 37 anos morreu hoje com um traumatismo craniano depois de ter ficado “entalado” numa máquina da fábrica onde trabalhava, na freguesia de Lago, Amares, distrito de Braga, disse à Lusa fonte dos bombeiros.

Houve um esmagamento de crânio. A vítima ficou entalada numa máquina de fazer chapas e o crânio ficou esmagado. Já nada pudemos fazer quando chegámos ao local”, explicou o adjunto de Comando dos Bombeiros Voluntários de Amares, Domingos Ferreira. 

Segundo a mesma fonte, a fábrica estava esta manhã “a laborar, com uma equipa de oito a dez trabalhadores”, entre os quais se encontrava o funcionário que morreu, pelas 09:00.

A vítima tinha 37 anos e era operário da fábrica. À nossa chegada ainda tentámos manobras de reanimação mas nada pudemos fazer. Estava já cadáver”, acrescentou Domingos Ferreira.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Braga disse à Lusa que o alerta para o acidente foi recebido às 09:11, havendo a registar um morto na fábrica Painel 2000, produtor de painéis isotérmicos, na freguesia de Lago, em Amares.