A ministra de Estado e da Presidência anunciou esta quinta-feira que 25 concelhos portugueses vão ter horários reduzidos. São os seguintes municípios:

  • Alcochete
  • Almada
  • Amadora
  • Arruda dos Vinhos
  • Barreiro
  • Braga
  • Cascais
  • Grândola
  • Lagos
  • Loulé
  • Loures
  • Mafra
  • Moita
  • Montijo
  • Odemira
  • Odivelas
  • Oeiras
  • Palmela
  • Sardoal
  • Seixal
  • Setúbal
  • Sines
  • Sintra
  • Sobral de Monte Agraço
  • Vila Franca de Xira

O concelho de Lisboa, tal como o de Albufeira, junta-se Sesimbra, voltando a recuar no desconfinamento, havendo um alargar das restrições, nomeadamente ao fim de semana.

A partir de agora os restaurantes e similares devem encerrar às 15:30 naquelas autarquias aos sábados e domingos, dias em que os supermercados e estabelecimentos de retalho só podem estar abertos até às 19:00.

Mariana Vieira da Silva disse ainda que no nível de risco muito elevado estão os concelhos de Albufeira, Lisboa e Sesimbra.

Veja também: AS MEDIDAS UMA A UMA NUM PAÍS A TRÊS VELOCIDADES NO DESCONFINAMENTO

O nível de risco muito elevado de transmissibilidade da covid-19 identifica os concelhos que registem, pela segunda avaliação consecutiva, uma taxa de incidência superior a 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias (ou superior a 480 se forem concelhos de baixa densidade populacional).

O nível de risco elevado aplica-se aos concelhos que registem, pela segunda avaliação consecutiva, uma taxa de incidência superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias (ou superior a 240 se forem concelhos de baixa densidade populacional).

Os municípios de Águeda e da Sertã recuperaram os valores que vinham apresentando, podendo assim regressar ao nível de desconfinamento que abrange a maioria do país.

Existem ainda 19 concelhos que entram para a lista de alerta, arriscando um recuo no desconfinamento caso continuem a apresentar uma incidência acima do estabelecido. Entre estas autarquias está o Porto. Confira abaixo os municípios que entram em alerta:

  • Alenquer
  • Avis 
  • Castelo de Vide
  • Castro Daire
  • Chamusca
  • Constância
  • Faro
  • Lagoa
  • Mira
  • Olhão
  • Paredes de Coura
  • Portimão
  • Porto
  • Rio Maior
  • Santarém
  • São Brás de Alportel
  • Silves
  • Sousel
  • Torres Vedras

O Governo alertou ainda que na próxima semana, se a situação epidemiológica se mantiver, “mais 16 concelhos” estarão no nível de risco muito elevado de incidência de covid-19, situação em que se encontram agora Albufeira, Lisboa e Sesimbra.

Queria chamar à atenção que, face aos dados da semana que corre, na próxima semana, se se mantiverem, teremos mais 16 concelhos nesta situação [de nível de risco muito elevado], maioritariamente nas regiões da Área Metropolitana de Lisboa e do Algarve”, afirmou a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, em conferência de imprensa, após a reunião do Conselho de Ministros, em Lisboa.

António Guimarães