Um homem de 46 anos foi detido, no sábado, em Lisboa, pelo crime de violência doméstica e, presente no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP), ficou em prisão preventiva, anunciou esta terça-feira a Polícia de Segurança Pública (PSP).

O suspeito da prática do crime de violência doméstica foi detido, na sequência de um mandado de detenção fora de flagrante delito, uma vez que os elementos de investigação criminal da PSP tiveram conhecimento do “agudizar das ameaças por parte do suspeito”, que informou a vítima de que iria a casa dela, com um taco de golfe para a agredir.

Neste âmbito, a PSP intercetou o homem junto da residência da vítima, que tentou fugir, mas foi “manietado e controlado”, o que permitiu uma busca à viatura do suspeito, em que foram “apreendidas duas armas brancas e um taco de golfe”, indicou a polícia, acrescentando que “o agressor tinha ainda na sua posse nove doses de cocaína e um cachimbo artesanal, substância que segundo a vítima potenciou o seu comportamento agressivo de modo destrutivo desde há cerca de quatro anos”.

Após realizar várias diligências, a PSP verificou a “extrema violência utilizada pelo suspeito para com a vítima e, com base em todos os indícios recolhidos, foi emitido o mandado de detenção fora de flagrante delito para o agressor”, o qual se manteve detido até ser presente no DIAP de Lisboa, em que lhe foi aplicada a medida de coação mais gravosa de prisão preventiva.