A depressão Alex chega esta quinta-feira e traz vento forte, chuva e descida das temperatura. De acordo com o IPMA, o mau tempo começa a sentir-se ao final do dia nas regiões do norte e centro.

"Os efeitos desta depressão no território continental serão essencialmente sentidos através do aumento da intensidade do vento a partir do final de dia 1 de outubro prolongando-se até ao final do dia 2, em especial nas regiões do Norte e Centro, onde as rajadas poderão atingir 75km/h junto ao litoral e até 110 km/h nas terras altas", pode ler-se no comunicado do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Já na sexta-feira espera-se chuva em todo o continente, sendo que há também avisos amarelos de vento e agitação marítima.

"No dia 2, prevê-se também uma descida de temperatura, em especial da máxima que irá variar aproximadamente entre 12 e 18°C nas regiões a norte do vale do Tejo e entre 18 e 25°C a sul", acrescenta a nota.

Aos avisos escapam apenas os distritos de Santarém e Setúbal e Alentejo e Algarve.

No que à costa marítima diz respeito, a depressão Alex traz ondas que podem atingir os cinco metros de altura, uma vez que é esperado  "um aumento significativo da agitação marítima na costa ocidental, em particular entre o início da manhã de dia 2 e a madrugada de dia 3, em especial a norte com cabo Raso".

Redação / AM