Portugal contabiliza, neste domingo, mais 48 mortos e 5.784 infetados por covid-19, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 2.896 mortes e 179.234 casos de infeção.

Dos 48 óbitos registados, 27 ocorreram na região Norte, 14 em Lisboa e Vale do Tejo, quatro no Centro, duas no Alentejo e uma no Algarve.

Neste momento, há 76.647 casos ativos de covid-19 no país, mais 3.702 que no sábado. E mais de 90.000 pessoas estão em contactos de vigilância com as autoridades de saúde.

O número de doentes hospitalizados subiu para 2.522, ou seja, mais 102 que na véspera, e há mais 12 doentes nos cuidados intensivos (são, agora, 378).

Há, também, mais 2.034 doentes recuperados, elevando o total para 99.781.

A região Norte continua a ser a que regista a maioria dos novos casos, tendo sido reportados 3.923 nas últimas 24 horas, totalizando 86.28, somando 1.306 mortos desde o início da pandemia, em março.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 1.073 novos casos de infeção, contabilizando-se agora 68.798 casos e 1.123 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 590 casos de infeção, contabilizando-se 16.347 e 356 mortos.

No Alentejo foram registados mais 91 novos casos de covid-19, totalizando 3.452 e 65 mortos.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 74 casos de infeção, somando agora 3.441 casos e 30 mortos desde o início da pandemia.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 20 novos casos nas últimas 24 horas, somando 455 infeções detetadas e 15 mortos desde o início da pandemia.

A Madeira registou 13 casos nas últimas 24 horas, contabilizando 547 infeções e um óbito.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 81.282 homens e 98.042 mulheres, de acordo com os casos declarados.

Do total de vítimas mortais, 1.485 eram homens e 1.411 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

A pandemia de covid-19 já causou mais de 1,2 milhões de mortos em mais de 49,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo o último balanço feito pela agência francesa AFP.

Redação / CM