Portugal registou nas últimas 24 horas mais 90 mortos e 4.956 novos casos de infeção por covid-19.

O boletim diário enviado pela Direção-Geral da Saúde dá conta ainda de mais 4.691 recuperados e 175 casos ativos.

Desde segunda-feira, há mais 89 doentes internados, sendo que dois estão em Unidades de Cuidados Intensivos. O número de pessoas hospitalizadas atingiu ademais um máximo de há 26 dias, com um total de 3260 internados e 512 nos UCI.

Boletim Embed by Henrique Claudino on Scribd

Desde o início da epidemia em Portugal, em março, já recuperaram 349.110 pessoas.

Relativamente às 90 mortes registadas nas últimas 24 horas, 33 ocorreram na região Norte, 24 na Lisboa e Vale do Tejo, 17 na região Centro, 14 no Alentejo, uma na região do Algarve e uma na Região Autónoma da Madeira.

Ainda segundo o boletim da DGS, a região Norte foi a que registou o maior número de novas infeções por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas (1.945). Desde o início da pandemia, a região Norte registou 218.546 casos de infeção e 3.312 mortes.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 1.552 novas infeções, contabilizando-se até agora 141.509 casos e 2.536 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 845 casos, acumulando-se 51.736 infeções e 1.062 mortos.

Já no Alentejo foram assinalados mais 310 casos, totalizando 12.376 infeções e 263 mortos desde que o início da epidemia em Portugal.

A região do Algarve tem notificados 193 novos casos, somando 8.529 infeções e 75 mortos.

A Madeira registou 72 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 1.826 infeções e 16 mortes devido à covid-19.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 39 novos casos nas últimas 24 horas, somando 2.057 infeções e 22 mortos.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 196.260 homens e 240.164 mulheres, referem os dados da DGS, segundo os quais há 155 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 3.793 eram homens e 3.493 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguido das pessoas com idade entre os 70 e os 79 anos.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.854.305 mortos resultantes de mais de 85 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Henrique Magalhães Claudino / Atualizada com lusa