As autoridades de saúde anunciaram este sábado mais 166 óbitos e 10.947 infetados decorrentes da pandemia de covid-19, o pior dia até hoje.

Desde sexta-feira, foram notificados mais 93 internados, dos quais 16 em Unidades de Cuidados Intensivos.

A região de Lisboa e Vale do Tejo foi a que mais infetados registou nas últimas 24 horas (3.975), com o Norte a atingir 3.795 novos contágios.

BOLETIM 16 by Henrique Claudino on Scribd

As autoridades de saúde têm em vigilância 155.401 contactos, mais 12.661 relativamente ao dia anterior.

O boletim revela ainda que 8.477 pessoas foram dadas como recuperadas.

Desde o início da epidemia em Portugal, em março, já recuperaram 402.542 pessoas.

Relativamente às 166 mortes registadas nas últimas 24 horas, 69 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 46 na região Norte, 28 na região Centro, 17 no Alentejo, cinco na região do Algarve e uma na Madeira.

Ainda segundo o boletim da DGS, na região de Lisboa e Vale do Tejo, foram notificadas 3.975 novas infeções, contabilizando-se até agora 179.873 casos e 3.115 mortes.

A região Norte registou 3.795 novas infeções por SARS-CoV-2, nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, a região Norte já registou 252.760 casos de infeção e 3.685 mortes.

Na região Centro, registaram-se mais 2.136 casos, acumulando-se 71.489 infeções e 1.360 mortos.

No Alentejo, foram assinalados mais 510 casos, totalizando 17.812 infeções e 388 mortos desde o início da epidemia em Portugal.

A região do Algarve tem hoje notificados 402 novos casos, somando 12.112 infeções e 116 mortos.

A Madeira registou 79 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 2.489 infeções e 23 mortes, devido à covid-19.

Na Região Autónoma dos Açores, foram registados 50 novos casos nas últimas 24 horas, somando 2.881 infeções e 22 mortos.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 242.859 homens e 296.379 mulheres, referem os dados da DGS, segundo os quais há 178 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 4.526 eram homens e 4.183 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguido da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.009.991 mortos resultantes de mais de 93,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.