Portugal regista esta quarta-feira mais 22 mortes e 642 novos casos de covid-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS). O país tem agora 811.948 casos confirmados, dos quais 16.617. O número de mortes é o mais baixo desde 25 de outubro, dia em que foram registados 19 óbitos.

Recuperaram da doença nas últimas 24 horas 3.341 pessoas, havendo agora 57.152 casos ativos na comunidade, o número mais baixo desde 29 de outubro.

O boletim da DGS revela que estão internados 1.201 doentes (menos 77 do que na terça-feira), o valor mais baixo desde 19 de outubro, dia em que estavam hospitalizadas 1.174 pessoas.

Nos cuidados intensivos Portugal tem 283 doentes (menos 29 em relação a terça-feira), o valor mais baixo desde 30 de outubro, dia em que estavam 275 pessoas nestas unidades.

Os dados indicam ainda que 3.961 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 738.179 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Os casos ativos em Portugal continuam a registar uma diminuição, com 57.152 contabilizados, menos 3.341 desde terça-feira.

Desde março de 2020, Portugal já registou 16.617 mortes associadas à covid-19 e 811.948 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2.

As autoridades de saúde têm em vigilância 21.175 contactos, menos 921 relativamente ao dia anterior, mantendo-se a tendência decrescente desde o dia 30 de janeiro.

De acordo com os últimos dados da Direção-Geral da Saúde, Portugal tem atualmente 1.055.085 pessoas vacinadas contra a covid-19: 757.663 com a primeira dose e 297.422 com a segunda dose.

Das 22 mortes registadas nas últimas 24 horas, sete ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, cinco na região Centro, cinco na região Norte, duas no Alentejo, duas no Algarve e uma na região Autónoma da Madeira.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas mais 291 novas infeções, contabilizando-se até agora 307.517 casos e 6.988 mortes.

A região Norte tem 136 novas infeções por SARS-CoV-2 e desde o início da pandemia já contabilizou 327.917 casos de infeção e 5.268 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 121 casos, acumulando-se 115.832 infeções e 2.962 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 13 casos, totalizando 28.675 infeções e 961 mortos desde o início da pandemia em Portugal.

A região do Algarve tem notificados 13 novos casos, somando 20.267 infeções e 346 mortos.

Na região Autónoma da Madeira foram registados 69 novos casos, contabilizando 7.935 infeções e 64 mortes devido à covid-19 desde março de 2020.

Relativamente à região Autónoma dos Açores a Direção-Geral da Saúde explica que o relatório de reflete uma descida do número total de casos da RA dos Açores, por força da necessidade de transferência de um caso para a respetiva região de ocorrência, tendo sido notificado zero casos.

Os Açores contabilizam 3.805 casos desde o início da pandemia e 28 mortos.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal, pelo menos, 367.471 homens e 444.194 mulheres, referem os dados da DGS, segundo os quais há 283 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 8.714 eram homens e 7.903 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Do total de mortes, 10.981 eram pessoas com mais de 80 anos, 3.515 com idades entre os 70 e os 79 anos e 1.470 tinham entre os 60 e os 69 anos.

António Guimarães