A Polícia Judiciária deteve o suspeito de homicídio do taxista que foi esfaqueado, na Amadora, a 20 de maio, apurou a TVI.  

O suspeito foi detido esta noite após uma operação conjunta da Polícia Judiciária (PJ) e da Polícia de Segurança Pública (PSP).

O taxista foi encontrado mortogolpeado com várias facadas na zona do peito, cerca da 1:30 da manhã. Era um sábado.

Terá sido um colega da vítima que efetuou as manobras de reanimação, mas o homem, de 57 anos, acabou por não resistir e faleceu às 3:00 da manhã.

Ao que apurou a TVI, foi estabelecido, na altura, através de testemunhas, que seria possível, de alguma forma, fazer um retrato robot do suspeito. E o trabalho de investigação começou aí. 

Conseguiu-se, assim, um retrato robot muito próximo do real, através de um sistema computadorizado.

Na sequência desse trabalho, alguém dentro da esquadra da PSP Amadora reconheceu o suspeito, que já estava ligado a outros crimes graves.