A empresa sueca IKEA informou em comunicado que retirou das suas lojas a bicicleta Sladda e os respetivos acessórios.

Comercializada em 26 países desde 2016, a bicicleta é agora retirada do mercado “como medida de precaução”.

De acordo com as informações divulgadas, a bicicleta tem um problema na correia, que pode levar ao seu desmoronamento e, consequentemente, à queda do utilizador. 

 Se tem uma bicicleta SLADDA, por favor devolva-a no balcão de apoio ao cliente de uma loja IKEA, onde será reembolsado na totalidade", lê-se no comunicado da empresa de imobiliário.

O IKEA pede que as bicicletas sejam devolvidas, esclarecendo que "não é necessário comprovativo de compra ou talão".

Esta não a primeira vez que a cadeira de lojas retira um produto do mercado. Também em 2016, as cómodas Malma foram retiradas das lojas dos Estados Unidos e do Canadá depois de terem provocado a morte de várias crianças.