Portugal regista, nesta quarta-feira, mais um morto e 167 infetados por Covid-19, de acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O único óbito registado nas últimas 24 horas ocorreu na região de Lisboa, que contabiliza 69,5% dos novos casos da doença (116).

O número de mortes subiu, assim, para 1.740, com os casos positivos a ascenderem a 51.848.

Nota, também, para menos 17 doentes hospitalizados (384) e menos três internados nos cuidados intensivos (41).

Os doentes recuperados são, agora, 37.565, mais 247 que no dia anterior.

Boletim DGS - 5 de agosto by TVI24 on Scribd

Quanto aos casos confirmados, a região de Lisboa e Vale do Tejo lidera, com 26.573, seguida pela região Norte com 18.854, mais 38 casos, e pela região Centro, que tem 4.478 infeções confirmadas, mais três do que os registados na véspera.

O Algarve totaliza 902 casos, mais um do que na terça-feira, e o Alentejo tem mais sete casos de infeção, num total de 753.

A Madeira regista mais um caso, totalizando agora 118 infeções confirmadas e nenhuma morte, e nos Açores a DGS contabilizou mais uma infeção, totalizando 170 casos, mantendo-se os 15 mortos já anteriormente registados.

Em termos globais, há mais infetados na faixa etária entre 40 e 49 anos (8.589), seguindo-se a faixa entre 30 e 39 anos, que contabiliza hoje 8.471 casos.

A faixa etária entre os 20 e os 29 anos, totaliza em Portugal desde o início da pandemia 7.929 casos (mais 22).

Na faixa dos 50 aos 59 anos, registam-se 28 novos casos, situando-se nos 7.829.

Com mais de 80 anos, tiveram infeções confirmadas 5.885 pessoas, mais sete do que na terça-feira.

A Covid-19 também afetou 1.883 crianças até aos nove anos e 2.391 entre os 10 e os 19.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 37.369 pessoas, mais 423 que no dia anterior. Aguardam resultados de testes 1.437 pessoas.

A região Norte continua a registar o maior número de mortes (829), seguida de Lisboa e Vale do Tejo (607), Centro (252), Alentejo (22), Algarve (15) e Açores (15).

Os dados indicam que do total das vítimas mortais, 870 são homens e 870 são mulheres.

Por faixas etárias, o maior número de óbitos concentra-se nas pessoas com mais de 80 anos (1.165), seguidas das que tinham entre 70 e 79 anos (338), entre 60 e 69 anos (155) e entre 50 e 59 anos (56). Há ainda 20 mortos registados entre os 40 e 49 anos, quatro entre os 30 e 39 e dois entre os 20 e 29 anos.

A pandemia de Covid-19 já causou mais de 701 mil mortos e infetou mais de 18,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Catarina Machado