Morreu o padre Vítor Feytor Pinto, aos 89 anos, confirmou a TVI junto de fonte do Patriarcado de Lisboa.

Feytor Pinto morreu esta manhã, no Hospital da Luz, em Lisboa, adiantou a Paróquia do Campo Grande.

Foi para tantos o amigo generoso, o companheiro de caminhada, o padre profundo e feliz e um homem de pensamento que deixa um legado extraordinário. As saudades são muitas, mas sabemos que ele olha por nós, envolvido na 'ternura maravilhosa de Deus que nos acolhe'", escreve o padre Hugo Gonçalves, em nome da paróquia.

O velório do padre Vítor Feytor-Pinto tem início às 18:00, na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, estando agendada uma vigília de oração a partir das 21:30, informou o Patriarcado de Lisboa.

Na sua página na Internet, o Patriarcado adianta que a missa exequial tem lugar na quinta-feira, às 11:30, sendo presidida pelo cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente.

O funeral seguirá às 14:00 para o cemitério do Alto de São João.

O padre Feytor Pinto foi responsável pela paróquia do Campo Grande e coordenou, durante vários anos, a Pastoral da Saúde em Portugal.

Foi Assistente Nacional e Diocesano da Associação Católica de Enfermeiros e Profissionais de Saúde (ACEPS), Assistente Diocesano dos Médicos Católicos e Assistente Diocesano da Associação Mundial da Federação dos Médicos Católicos (AMCP), para além de ter sido fundador do Movimento de Defesa da Vida, em Lisboa.

 

Redação / ATUALIZADA ÀS 15:15