“A meu ver, não há justificação para a anulação do acórdão, não obstante, esta anulação resulta de dois factos muito pontuais”, disse Artur Marques à agência Lusa.


anulou o acórdão