Dois homens, de 47 e 59 anos, foram detidos nos Açores devido a “fortes indícios de prática de crimes de violação e de coação sexual”, divulgou esta quarta-feira a Polícia Judiciária (PJ) em comunicado de imprensa.

Segundo a PJ, as vítimas foram “duas crianças e uma adolescente, com 11, 12 e 16 anos de idade”.

Os crimes foram cometidos entre 2015 e 2020, num “contexto de proximidade e de confiança”, devido à relação entre os arguidos e o agregado familiar das vítimas.

Sem especificar, a PJ adiantou ainda que os delitos aconteceram no grupo central do arquipélago açoriano, que inclui as ilhas do Faial, Pico, São Jorge, Graciosa e Terceira.

Os detidos já “foram presentes às Autoridades Judiciárias para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas”, lê-se na nota.

/ AG