O Ministério Público (MP) de Braga acusou um homem de abuso sexual de crianças agravado, sendo a vítima a filha da companheira, anunciou hoje a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Em nota publicada na sua página, aquela procuradoria refere que os abusos terão começado em 2017, numa altura em que a vítima tinha 10 anos.

O MP considerou indiciado que o arguido passou a viver com a sua companheira em 2016, primeiro em Braga e depois em Amares.

Ainda segundo o MP, o arguido, entre 2017 e 2019, “manteve trato sexual” com a filha da companheira, “aproveitando-se dos momentos que passava a sós com ela”.

O despacho de acusação está datado de 05 de outubro.

/ AM