O Ministério Público (MP) acusou um homem, de 58 anos, de quatro crimes de abuso sexual agravado de uma menor, que à data dos factos tinha 11 anos, informou esta sexta-feira a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Segundo o MP, está indiciado que o arguido, entre junho e setembro de 2011, valendo-se da relação de confiança que mantinha com a menor, então com 11 anos de idade, e sua família, manteve com a mesma atos sexuais.

O MP requereu a recolha de ADN ao arguido e o arbitramento de quantia a título de reparação à vítima, caso não seja deduzido pedido de indemnização civil.

O arguido encontra-se sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência (TIR).

O inquérito foi dirigido pela 2.ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

/ EC