O Juízo Local Criminal de Leiria condenou um homem de 28 anos na pena de dois anos de prisão, suspensa por três, pelo crime de coação sexual na forma tentada, anunciou, esta sexta-feira, a Procuradoria da Comarca de Leiria.

Segundo uma nota divulgada, ficou provado que o arguido criou uma conta na rede social "Hi5", à qual associou um nome falso e uma fotografia de um modelo fotográfico brasileiro.

Através dessa rede, e por meio de tal perfil, enviou à ofendida, então com 17 anos, fotografias de um outro indivíduo, que exibia o corpo completamente nu, convencendo-a a enviar-lhe fotografias íntimas", refere a nota.

Na posse das fotografias, o arguido tentou levar a ofendida a praticar relações sexuais consigo, mediante a ameaça de que, "se o não fizesse, divulgaria tais fotografias através da internet".

A pena suspensa carece de regime de prova e à condição de o arguido se sujeitar a tratamento médico e de pagar à assistente a quantia de 1.500 euros.

O inquérito foi dirigido pelo Ministério Público do Departamento de Investigação e Ação Penal de Leiria, coadjuvado pela Polícia Judiciária de Leiria.

/ SL