Um homem foi detido pela Polícia Judiciária (PJ), na zona da grande Lisboa, pela prática de crimes de abuso sexual de crianças, pornografia de menores e aliciamento de menores para fins sexuais.

A detenção foi feita pela Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica (UNC3T), no âmbito de uma investigação sobre pornografia de menores.

O detido, de 45 anos, usava perfis falsos nas redes sociais, pelo menos desde março de 2016, fazendo-se passar por mulher e levando jovens menores, do sexo masculino, à realização e gravação de atos de natureza sexual entre si, tendo como único objetivo a sua satisfação sexual.

Através desses perfis, o arguido mantinha ainda conversas de cariz sexual com jovens do sexo masculino, instruindo-os para procederem ao envio de vídeos e fotografias de natureza análoga.

Segundo a PJ, o detido foi presente a primeiro interrogatório judicial de arguido detido, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação mais gravosa, aguardando os trâmites processuais em prisão preventiva.