A Polícia Judiciária deteve esta quinta-feira, em Tomar, um homem, de 54 anos, desempregado, por suspeita de abuso sexual de uma criança ao longo de mais de seis anos, crime cometido em contexto do culto religioso adventista.

Fonte da PJ de Leiria disse à Lusa que o crime foi cometido por um homem, atualmente sem ocupação laboral, pertencente à Igreja Adventista de Tomar.

O detido está “fortemente indiciado pela prática, reiterada, do crime de abuso sexual de crianças”, factos ocorridos em Tomar, no distrito de Santarém, “no período compreendido entre janeiro de 2010 e março de 2016”, tendo por vítima uma menor.

A detenção foi feita por agentes do Departamento de Investigação Criminal de Leiria da PJ.

O detido vai ser ouvido sexta-feira no Tribunal de Santarém em primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação, disse a fonte.