A Polícia Judiciária deteve em Paredes, no distrito do Porto, um homem de 52 anos por abusar sexualmente de um menor de sete anos com quem morava. As autoridades acreditam que os crimes foram levados a cabo ao longo de um período de quase um ano.

Segundo um comunicado divulgado esta quinta-feira pela PJ, os crimes de abuso sexual de crianças agravado foi “perpetrado na sua residência”. O homem, um polidor de móveis sem antecedentes criminais, a aproveitou-se “da relação familiar e e da coabitação que tinha com a vítima e ainda da especial vulnerabilidade da criança”, submetendo-a a “atos sexuais de relevo”, desde o ano passado.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de interdição de contactos com a vítima e de apresentações semanais no posto policial da sua área de residência.

/ JGR