A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, esta quinta-feira, a detenção de uma homem por suspeitas dos crimes de abuso sexual de uma criança de 12 anos, de que era padrasto, e de violência doméstica. 

Foi a própria vítima quem denunciou o caso, dando origem à investigação. Os abusos ocorreram na casa onde ambos residiam, no Porto, "pelo menos durante o ano de 2018 e até ao presente mês de dezembro". 

O detido, de 31 anos, talhante de profissão, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

/ MM