A Polícia Judiciária deteve um homem de 30 anos suspeito de abusar sexualmente de uma menor, que era filha da mulher com quem está casado. A detenção ocorreu a 27 de fevereiro, mas só foi divulgada esta quinta-feira pela Diretoria do Centro.

O detido foi presente a tribunal na quarta-feira, tendo sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva, afirma a Diretoria do Centro da Polícia Judiciária, em comunicado enviado à agência Lusa.

O suspeito da prática de "vários crimes de abuso sexual" é padrasto da vítima, atualmente com 14 anos, sendo que os abusos terão ocorrido, "de forma reiterada, entre junho de 2016 e fevereiro de 2017".

"Os abusos ocorriam em casa, sem conhecimento dos outros familiares", tendo a menor confidenciado os factos "a uma professora que denunciou" a situação às autoridades, contou à Lusa fonte da PJ.

O homem "não tem profissão definida e não tem antecedentes criminais", acrescentou.