O tribunal de Vila Nova de Gaia condenou um homem a pena de prisão efetiva de três anos e oito meses por abusar sexualmente da própria filha, com 8 anos de idade, anunciou esta terça-feira a Procuradoria do Porto.

O homem, de 29 anos, foi condenado por dois crimes de abuso sexual de criança, na forma agravada, consumados entre 24 de maio e 9 de junho de 2019.

Ao arguido foi ainda aplicada a pena acessória de inibição do exercício das responsabilidades parentais relativamente a esta sua filha, pelo período de oito anos.

/ SS