Portugal é o país da União Europeia que registou um maior recuo no número de mortos em acidentes rodoviários entre 2010 e 2016, com uma descida de 40%, revela um relatório hoje divulgado pela Comissão Europeia.

As estatísticas de 2016 em matéria de segurança rodoviária, publicadas pelo executivo comunitário, revelam que, entre 2015 e 2016, houve uma diminuição de 2% do número de vítimas mortais nas estradas da UE, tendo morrido 25.500 pessoas no ano passado, menos 600 do que no ano anterior.

Em Portugal, registou-se uma diminuição de 10% (54 mortos por milhão de habitantes em 2016 contra 57 óbitos em 2015), mas é na comparação com 2010 que a diminuição é mais marcante, de -40%, já que há sete anos morriam nas estradas portuguesas 80 pessoas por milhão de habitantes.