O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve no Aeroporto de Lisboa um cidadão, proveniente de um voo de Dakar, que tinha um mandado de captura e extradição por pedofilia, agressão sexual, posse e difusão de pornografia infantil.

Em comunicado, o SEF adianta que o cidadão estrangeiro aguarda no estabelecimento prisional junto da Polícia Judiciária até posterior entrega às autoridades judiciárias alemãs.

Também no Terminal de Cruzeiros do Porto de Lisboa, o SEF recusou a entrada de um outro cidadão estrangeiro, que embarcou em Southampton, no Reino Unido, e sobre o qual pendia a medida “não admissível em espaço Schengen”.