A ANA Aeroportos revelou este sábado que abriu um inquérito junto da transportadora aérea TAAG, e da sua empresa de assistência, devido ao avião daquela companhia que “saiu de calços” e deslizou até terra no Aeroporto do Porto.

Numa declaração escrita enviada à Lusa, a ANA, que gere os aeroportos nacionais, observa que as razões que levaram o avião da TAAG a sair de calços no Aeroporto Francisco Sá Carneiro “terão que ser esclarecidas pelo inquérito que está a ser realizado junto da companhia aérea e da sua empresa de assistência”.

De acordo com a ANA, incidente não causou problemas nem prejudicou a operação no aeroporto.

Confirmamos ocorrência de um incidente com avião da TAAG. O incidente não teve consequências e a operação está a correr com normalidade”, afirma a ANA.