Uma jovem, de 15 anos, foi agredida por uma outra, da mesma idade, dentro de uma sala de aula na Escola Secundária Gabriel Pereira, em Évora, na quarta-feira.

Segundo o que a TVI24 conseguiu confirmar junto do Comando da PSP de Évora, foi apresentada a queixa por agressão física nesse mesmo dia.

As agressões foram divulgadas nas redes sociais através de um vídeo, onde é possível ver a vítima a ser agredida com estalos e pontapés pela agressora, que simultaneamente lhe puxava o cabelo. Durante as agressões, a jovem tentou sempre proteger a cara. 

Na queixa a que TVI24 teve acesso, é possível ler que a vítima ficou com "escoriações na nuca e dores em diversas partes do corpo", levando-a a consultar um médico. O documento revela ainda que terá ficado com uma das lentes dos óculos que usa partida. 

A mãe da adolescente contou que a filha é alvo de bullying por parte de alguns colegas há vários anos, que se aproveitam de algumas das suas fragilidades, como o seu baixo peso ou o facto de usar óculos, e revela estar desesperada após ter visto estas últimas imagens.

Só quero que se faça justiça e que a agressora não estude na mesma escola que a minha filha”, avançou em declarações à TVI24, revelando que a agressora terá sido suspensa da escola por 10 dias. “A minha filha tem medo de ir à escola. Vive constantemente em pânico", continuou, realçando que já tentou arranjar outra solução junto da escola por forma a proteger a integridade da filha, mas sem sucesso.

A TVI24 contactou várias vezes aquela instituição de ensino, sem obter qualquer resposta até à publicação da notícia.

De acordo com informação das autoridades, a investigação vai agora seguir para o Tribunal Titular de Menores.

O aumento da violência física e psicológica nas escolas tem vindo a merecer cada vez mais atenção por parte das autoridades. A PSP tem em curso ações de sensibilização dirigidas aos alunos do segundo ciclo do ensino básico, para que consigam prevenir, detetar e combater episódios de bullying.