Um homem de 39 anos vai ser sujeito a vigilância eletrónica, em Amarante, depois de detido por agredir e ameaçar de morte, com recurso a armas de fogo, a companheira de 41 anos, informou esta quarta-feira fonte policial.

Em comunicado, a GNR indica que a vítima, que vivia em união de facto com o suspeito há 13 anos, colocou termo à relação, fugindo com os seus dois filhos menores de idade.

Perante os factos, o suspeito foi detido e presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Penafiel, que determinou como medidas de coação a proibição de contactar, por qualquer forma ou meio, com a vítima e de permanecer ou frequentar a habitação e o local de trabalho da vítima, num raio de 300 metros.

Agência Lusa / JGR