Um homem com cerca de 60 anos morreu esta segunda-feira em Valença do Douro, vítima de agressão com arma de fogo e na sequência de desentendimentos, disse à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Tabuaço.

“As pessoas contam que estes dois homens” vinham tendo “discussões por causa de passagens de terrenos” e hoje o conflito “acabou nesta agressão com arma de fogo, com dois tiros de caçadeira”, adiantou Marcos Fonseca.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Tabuaço acrescentou que “o agressor é um homem com cerca de 70 anos” e que fugiu após ter disparado sobre a vítima, “um conterrâneo com cerca de 60 anos”, tendo-se entregado às autoridades mais tarde.

Fonte do Comando Territorial da GNR de Viseu referiu à agência Lusa que o agressor se entregou no posto de comando local e que o processo foi agora encaminhado para a Polícia Judiciária (PJ).

“Os bombeiros fizeram manobras de reanimação”, mas sem sucesso.

O óbito foi declarado no local pela equipa do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) de Macedo de Cavaleiros, que se deslocou para ali de helicóptero, indicou Marcos Fonseca.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu, o alerta foi dado às 15:55 e para o local foram mobilizados sete operacionais, apoiados por três viaturas, além da equipa do INEM.

/ RL