A Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSFP) encontra-se a promover uma vigíla pelos trabalhadores da mobilidade especial. A manifestação decorre no próximo dia 16 de Julho, em Lisboa.

Com objectivo de recolocação imediata dos trabalhadores no Ministério da Agricultura, a iniciativa pretende mobilizar 1200 funcionários, nesta condição, de vários pontos do país até à Praça do Comércio.

Maria do Céu Monteiro, dirigente da FNSFP, referiu que muitos funcionários recebem quatro sextos do salário. Salientando a «situação degradante em que se encontram os trabalhadores colocados na mobilidade» relembrou que muitos ordenados ficam abaixo do salário mínimo nacional.