A GNR deteve um homem de 31 anos e uma mulher de 48 por suspeitas de tráfico de droga e cultivo de canábis no Alandroal, distrito de Évora.

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, a GNR indicou que a detenção dos dois suspeitos foi feita, na terça-feira, na sequência da operação "Ouro Verde" e após uma investigação que durou cerca de um mês.

No cumprimento de um mandado de busca domiciliária, foram apreendidos 33 pés de canábis, 15 frascos e 12 embalagens com folhas de canábis, totalizando mais de seis quilos, e sete recipientes com líquidos derivados de canábis.

Os militares da GNR apreenderam ainda dois computadores portáteis, dois telemóveis, duas balanças, um tablet, material laboratorial e 1.500 euros em dinheiro.

De acordo com a GNR, as plantas de canábis e outros produtos derivados apreendidos têm um valor estimado superior a 100 mil euros.

A operação foi desenvolvida pelo Posto Territorial de Alandroal e pelo Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Reguengos de Monsaraz da GNR, contando com o empenhamento de 44 militares, 12 viaturas, uma embarcação e três canídeos.

Os dois detidos vão ser presente ao Tribunal de Redondo para primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventuais medidas de coação.

/ CM