Seis indivíduos foram detidos, no Alentejo, por suspeitas de tráfico de pessoas e auxílio à emigração ilegal, numa operação que identificou 255 estrangeiros em situação de exploração laboral.

Em comunicado divulgado, esta quarta-feira, na sua página de Internet, o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora indica que as detenções foram feitas, na terça-feira, em várias localidades do Baixo Alentejo. 

A operação, que contou com a participação de elementos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), envolveu a realização de "diligências de busca e apreensão" em cumprimento de seis mandados de detenção, oito mandados de busca domiciliária, dois mandados de busca a escritórios e 12 mandados para apreensão de viaturas. Adiantou ainda que foram apreendidas "quantias em dinheiro, automóveis, munições e tabaco".

Em comunicado, o SEF afirmou que a operação “Masline (azeitona em romeno)” levou à identificação de 255 cidadãos de nacionalidade estrangeira, oriundos do leste europeu. Realçou ainda que os cidadãos "estavam, na sua maioria, sujeitos a condições degradantes no que diz respeito às condições de trabalho, alojamento e salubridade"

Todas que as vítimas "foram devidamente sinalizadas, tendo sido disponibilizado todo o apoio necessário", acrescentou.

Quanto aos seis detidos, todos de nacionalidade romena e com idades entre os 22 e 47 anos, vão ser presentes a tribunal para o primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventuais medidas de coação.O inquérito e as respetivas diligências de investigação vão prosseguir, sendo o MP coadjuvado pela Direção Central de Investigação do SEF.

/ CE