A GNR apreendeu duas armas e diversas munições no âmbito de um processo de violência doméstica, no concelho de Estremoz (Évora), cujo suspeito, um homem de 43 anos, já foi constituído arguido, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o Comando Territorial de Évora explicou que militares do Posto Territorial de Estremoz deram cumprimento a cinco mandados de busca, uma domiciliária e quatro a veículos, na quinta-feira.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito, de 43 anos, ameaçava e coagia a sua esposa, de 41 anos, de quem estava separado há mais de um ano”, pode ler-se no comunicado, no qual é referido que o homem já tinha sido constituído arguido, tendo os factos sido remetidos ao Tribunal Judicial de Estremoz.

/ DA