Os níveis de pólen no ar vão estar muito elevados em praticamente todo o país, exceto na Madeira e nos Açores, durante os próximos dias, alertou a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC).

Entre sexta-feira e quarta-feira, em Trás-os-Montes e Alto Douro, vão predominar na atmosfera os pólenes de árvores como carvalhos, pinheiros, e bétulas, bem como de ervas gramíneas, parietárias e azedas, indica o Boletim Polínico da SPAIC.

Em Entre Douro e Minho o alerta é muito semelhante. Acrescem os pólenes de urtiga, e tanchagem.

Na Beira Interior há a acrescentar o pólen de oliveira e na Beira Litoral espera-se também uma grande concentração destes pólenes.

A região de Lisboa e Setúbal está na mesma situação e no Alentejo haverá igualmente um nível muito elevado de pólen de sobreiro.

Para o Algarve, há a assinalar uma grande concentração na atmosfera de pólen de quenopódio, além dos que são indicados para as outras regiões, adianta o boletim da SPAIC.

Na Madeira, os níveis de pólen estarão baixos e nos Açores moderados.