Uma cabeleireira foi detida por ter burlado mais de 30 mil euros a uma idosa de 91 anos, em Quarteira, no Algarve. A mulher movimentava a conta da vítima e apoderou-se de vários artigos em ouro.

A suspeita, de 49 anos, aproveitou a relação de confiança que tinha com a vítima, que era sua cliente, para que esta lhe desse autorização para movimentar a sua conta bancária, com a alegada intenção de a ajudar.

Parte do dinheiro serviu para comprar um automóvel, que, entretanto, foi apreendido pelas autoridades.

A Polícia Judiciária de Faro deteve a cabeleireira, autora dos crimes de burla qualificada, ocorridos entre setembro e dezembro do ano passado.

A burlona levantou praticamente todo o dinheiro que a idosa tinha na sua conta bancária. Para além disso, apoderou-se de vários artigos em ouro.

A denúncia foi feita pela própria vítima, que ficou numa situação económica difícil.